Seu site e uma loja de departamento.

Imagine você na porta de uma loja de departamento. Ao entrar na loja, você já sabe o quer e se dirige para a sessão onde está o que procura. Na internet não seria muito diferente, um usuário que acabou de entrar na home do seu site pode procurar um assunto ou produto, certo? O que você precisa ter em mente é organizar e agrupar páginas, conteúdos ou produtos à venda, de forma que faça sentido para quem está entrando.

A dificuldade nesse caso é pensar com a cabeça de quem está visitando o seu site e não usar a sua forma de raciocínio, uma vez que você está tão familiarizados com o assunto que acaba achando que o seu visitante pensa da mesma forma que você. Aí você se pergunta: como posso organizar meu site de forma que o visitante localize facilmente o que estou vendendo ou divulgando?

Tecnicamente é possível descobrir quais páginas o seu usuário visitou e quais palavras ele utilizou na busca para chegar no seu site, para isso utilizamos ferramentas de analytics e SEO para coletar essas informações.

Uma etiqueta faz toda diferença.

Para ajudar você a entender melhor isso, vamos voltar na loja de departamento. Imagine que você vai escolher uma roupa uma das primeiras coisas que fazemos é o olhar etiqueta da roupa pra saber o tamanho e também o preço, certo? Nesta etiqueta, mais do que ter informações sobre a roupa, ela também ajuda a loja a controlar o estoque. Porém ela só é utilizada no momento da compra.

Na internet, temos a possibilidade de colocar uma etiqueta em cada página, dessa forma,  podemos registrar quantas vezes aquela página foi vista, se colocamos uma etiqueta para o processo de busca, conseguimos registrar quais foram as palavras digitadas pelo usuário para chegar no seu site e uma vez dentro do seu site, que palavras utilizou para  encontrar algum produto ou assunto. Esse processo de etiquetar o site é chamado tecnicamente de tagueamento (vem da palavra tag – que significa etiqueta). Depois que as páginas e buscas são registradas é necessário fazer uma análise para interpretar todos esses dados e o que eles significam. Esse processo de análise é que chamamos Analytics.

No momento da sua compra na loja de departamentos, se você fizer o cadastro,  a loja vai saber seus dados pessoais e seu perfil de compra. No momento de taguear um site também conseguimos coletar alguns dados referente ao perfil  de comportamento de navegação, palavras buscadas, forma de acesso ao site e origem dos seus visitantes. Através da navegação por redes sociais e buscas, o Google também consegue deduzir a faixa etária, sexo e gostos pessoais. Munido de todas essas informações, você não só saberá que produtos ou assuntos mais tem procura, como poderá organizar seu site e publicar novos conteúdos de acordo com que seu público procura.

Comments (2)

    • Dr. Métricas

      Responder

      Como o tagueamento é algo bem técnico, utilizamos analogias com o mundo não digital para ajudar as pessoas à compreender como isso é feito. Obrigado pelo seu comentário.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.